Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

A festa de novo!

 

A  festa das artes


A festa voltou à zona de Miguel Bombarda: as galerias inauguraram novas exposições de arte e as ruas encheram-se de animação e de pessoas.

Chegámos às 15:00 mas ainda havia pouco movimento. Reunimos no CCB para organizarmos o trabalho de exploração das galerias e lojas e fazermos contactos. A partir das 16:00 até à noite a quantidade de pessoas não parou de aumentar. A animação nas ruas das galerias de arte contou com várias intervenções.


A música ficou a cargo da The Famous Band que percorreu as rua Miguel Bombarda e as ruas em volta: Cedofeita, do Rosário, de Adolfo Casais Monteiro e de Júlio Dinis, mais as paralelas ruas da Maternidade, do Breyner e de D. Manuel II. O trânsito, como sempre, dificultou o seu percurso bem como dos visitantes. A banda dos homens às riscas também se passeou nas ruas e nas galerias.

  

   

 

   

 

 

Os “executivos excêntricos” apareceram no papel dos relógios dos quadros de Dali; a noite trouxe luz colorida às fachadas das casas.


   

Mas o mais importante passou-se nas galerias onde se puderam ver as obras de autores consagrados e de jovens artistas: Graça Morais, Jaime Isidoro, Luis Palma, Ana Rute Medeiros, Ana Velez/Ray Smith, Tiago Almeida, Júlia Pintão, Daniela Steele, Raquel Gralheiro, etc. Entrámos e saímos, vimos várias expressões artísticas, recolhemos textos e panfletos. Tirámos apontamentos, falámos com galeristas e alguns artistas. Houve coisas de que gostámos, outras não!

 

   


   


    

 

 

O whisky The Famous Grouse continuou a ser o elemento mais forte no apoio às iniciativas.

De acordo com alguns testemunhos, a CMP finalmente deu algum apoio ajudando na divulgação das exposições.

Se há muitos que estão mais satisfeitos com a animação introduzida, vozes críticas também se fazem ouvir relativamente a esta forma de animar a zona:


Não há lugar à reflexão neste parque humano, o objecto artístico tomou o lugar do carrossel. Se por um lado, os galeristas poupam uns trocos com estes patrocínios, por outro perdem identidade. A exemplo: o convite, que por vezes era trabalhado pelo próprio artista e assim integrado na exposição, agora é um clone. (http://sombrachinesa.blogspot.com).


Temos de estar mais atentos na próxima inauguração!

artigo do grupo bombarte às 23:32
link do post | comentar | favorito
|

> 12ºJ - Esc. Sec. Filipa de Vilhena

> Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


> Links

> últimos posts

> Nós em notícia

> Fomos ao jornal Público!

> Ganhámos!

> Propostas

> Gatos e gatas

> BBI - Breve Bilhete de Id...

> BBI - Breve Bilhete de Id...

> MB na ESFV

> Socorro!

> Reportagem

> arquivo

> Julho 2008

> Junho 2008

> Maio 2008

> Abril 2008

> Março 2008

> Fevereiro 2008

> Janeiro 2008

> Dezembro 2007

> Pesquisa

 

> Circuito Cultural Miguel Bombarda

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

» Mapa do Circuito Cultural Miguel Bombarda

(clicar na imagem ou no link para ver em tamanho maior)
RSS
RSS